Arginina. Queimar gordura é com este super aminoácido!

Arginina. Queimar gordura é com este super aminoácido!


Sabia que a Arginina é um dos aminoácidos mais eficientes na queima de gordura? Hoje, você vai saber um pouco mais sobre ele elemento, seus pontos positivos para a saúde, como consumir e muito mais!
Leia o artigo até o final e fique por dentro!

O que é a Arginina?

A L Arginina é um aminoácido importante para o bom funcionamento do organismo. Também é chamada de ácido 2-amino-5-guanidino-pentanoico ou simplesmente arginina.arginina-molecula

Função da Arginina no corpo

Esse aminoácido participa de várias funções no organismo, daí a sua importância para a saúde e vitalidade.
Quando ingerimos proteínas, ocorre um processo que as transforma em Arginina. Assim é possível sua absorção e utilização no organismo.

Pessoas com algumas debilidades podem não produzir quantidade suficiente de Arginina para suas necessidades diárias. Nesse caso é necessário ajudar o corpo através da suplementação.
Dois dos seus principais benefícios para o corpo são a queima de gorduras e a melhoria do desempenho nas atividades físicas.

Saiba mais sobre eles a seguir.

Queima de gorduras

O metabolismo é acelerado com a ingestão de alimentos ou suplementos à base de L-Arginina. Por esse motivo eles são tão populares entre os praticantes de atividade física e atletas.

Ela é capaz de queimar gorduras de maneira eficaz porque sintetiza o óxido-nítrico. Essa substância, conhecida como NO, é capaz de:
• Regular o fluxo de sangue.
• Diminuir a resistência vascular periférica.arginina-queima-gordura
• Dilatar os vasos sanguíneos.
• Favorecer o relaxamento vascular.

Tudo isso ajuda a desenvolver massa magra, limitando gradualmente a quantidade de gordura no corpo.

Melhora de desempenho na atividade física

Outra função ligada ao metabolismo é estimular a produção do hormônio do crescimento (GH). Pessoas com bons níveis de L-Arginina e GH emagrecem com mais facilidade e, ao praticar atividade física regular, ganham hipertrofia, potência muscular e aumento de força.

Essa energia é potencializada no contato da Arginina com outros hormônios no sangue, como insulina e glucagon. A reação da união dessas substâncias ajuda a desenvolver a função anabólica.
Profissionais de saúde acreditam que a suplementação com Arginina favorece os praticantes de academia. A explicação é simples: ao aumentar o fluxo sanguíneo, mais nutrientes também chegam às células, beneficiando todo o corpo.

Onde encontrar a Arginina

São fontes naturais de Arginina:
• Castanhas;
• Laticínios;
• Grãos;
• Carne vermelha;
• Carne branca;
• Semente de abóbora;
• Cacau;
• Pães integrais;
• Aveia.

É possível comprar suplementos de L-Arginina em casas de produtos naturais, farmácias de manipulação e lojas de suplementos vitamínicos. Na internet, sites especializados no assunto também são opções de compra da substância.

Outros benefícios da Arginina

No corpo humano, esse componente é capaz de trazer muitos efeitos positivos à saúde em geral. Entre os principais estão:
• Reduz os níveis de colesterol.
• Controla o açúcar no sangue.
• Previne o processo de envelhecimento.
• Melhora o desempenho muscular.
• Elimina as toxinas do organismo.
• Auxilia no tratamento de impotência.
• Acelera a cicatrização de queimadura e outros ferimentos.

Além de todos os benefícios acima, a L-Arginina também é usada em dermocosméticos e produtos para o cabelo. Ela está presente em parte dos aminoácidos que compõem a estrutura do cabelo, inclusive na queratina. Isso é vital para o crescimento saudável dos fios.

Quando aplicada no cabelo, sua função é aumentar a troca de nutrientes entre a raiz e o fio, além de desobstruir o bulbo, parte onde nascem os fios novos.

Estudos sobre a Arginina

O Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista estudou os efeitos terapêuticos da suplementação de arginina no tratamento de pacientes de doenças endócrino-metabólicas e cardíacas.

A diabetes e a aterosclerose são algumas das doenças metabólicas que mais acometem a população.

Após acompanhar pacientes por um tempo, os pesquisadores descobriram que mulheres após a menopausa e pessoas idosas conseguiram diminuir o processo de envelhecimento após a suplementação de L-arginina combinada com a atividade física regular.

A suplementação também beneficiou pacientes cardíacos, doentes renais que fazem hemodiálise e hipertensos.

Em outro estudo, dez homens na faixa dos 41 anos de idade foram observados por três dias. Durante esse período, houve a ingestão de 7g de suplemento de arginina três vezes ao dia.

Após exames, ficou comprovado que o grupo que ingeriu suplementação teve benefícios na pressão arterial e melhora da aterosclerose.

Que quantidade tomar?

O tratamento com suplementos mais indicado com L-Arginina é seu uso duas vezes ao dia: a primeira dose pela manhã e a segunda após o treino.

É importante frisar que as doses variam de acordo com cada pessoa e o benefício que se pretende obter com a suplementação.
A quantidade usual para liberação do hormônio de crescimento é de 1.200 mg/dia. Para outras funções, doses entre 100mg a 400 mg já trazem benefícios ao paciente.

O médico é a pessoa indicada para fazer um diagnóstico correto para você! Assim, os benefícios do tratamento serão rápidos e seguros.

Efeitos colaterais

Como toda substância, a L-Arginina pode causar reações adversas em algumas pessoas. Por isso, em doses elevadas, a substância causa doenças nos ossos e na pele. Podem ocorrer efeitos colaterais, como diarreia e náuseas em superdosagem do suplemento.
Como se vê os efeitos colaterais estão ligados a casos de uso de doses acima da permitida. Em caso de dúvida, é importante procurar auxílio médico o quanto antes.

Contraindicações

O grupo que deve evitar o uso do suplemento é:
• Crianças e jovens, porque estão em fase de crescimento e sua estrutura óssea ainda não se desenvolveu completamente.
• Gestantes e lactantes.
• Pacientes com esquizofrenia, pois podem ter o quadro de distúrbio mental agravado.
• Portadores de herpes e infecções virais, que podem ter a multiplicação de vírus no organismo.

Tratamento com L-Arginina vale a pena?

Um dos queridinhos dos praticantes de esportes e atividades físicas, o aminoácido L-Arginina é recomendado por médicos e especialistas como uma alternativa segura para queimar gorduras e ganhar massa magra.

Como você viu, o tratamento com arginina é importante para a saúde muscular, aumento da síntese de nitrogênio e do gasto calórico.

Vale lembrar que, assim como toda reeducação alimentar, a perda de gordura e a hipertrofia só são possíveis se estiverem associada à prática de exercícios físicos regulares, boa alimentação e hábitos saudáveis.
Só assim, boa forma e qualidade de vida vão fazer parte da sua rotina diária.


  • 3
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *