O Citrato de Potássio contribuindo para a saúde dos seus rins.

O Citrato de Potássio contribuindo para a saúde dos seus rins.


Você já teve algum problema nos rins? Parece que nós só nos importamos com os eles quando temos alguma doença não é? Sendo que, se tivéssemos cuidado melhor deles antes, não teríamos essas complicações depois. Vamos conhecer o Citrato de Potássio e porquê faz bem para a saúde dos rins.

É muito importante prestar atenção na saúde dos rins para não sofrer com os terríveis sintomas causados pelos distúrbios renais. Aliás, não pense que pedra nos rins são os únicos possíveis problemas na região!

Quer saber mais sobre os rins? Quer entender a sua importância e por que é fundamental cuidar deles? Quer conhecer todos os problemas que podem aparecer se você negligenciar a saúde desses órgãos? Neste artigo, também iremos falar do Citrato de Potássio.
Então, continue lendo para se informar melhor!

Quais são as funções dos rins?

Antes de especificar suas funções, precisamos falar o que exatamente são os rins. Eles são órgãos que estão localizados nos dois lados da coluna vertebral, por trás das costelas finais. Cada um mede por volta de 12 cm e pesam mais ou menos 150 g cada um.

Eles são fundamentais para que o nosso organismo funcione corretamente, pois afetam não apenas o sistema urinário, mas também a saúde do corpo inteiro. Confira a seguir as suas principais funções:rins

● Regular o equilíbrio hídrico do organismo: os rins eliminam o excesso de água, sais e outras substâncias em excesso. Com isso, evitam que o corpo fique inchado e que a pressão arterial seja elevada.

● Agir na produção de hormônios: os rins conseguem produzir alguns hormônios essenciais ao organismo, como a renina, que auxilia na manutenção da pressão sanguínea, a eritropoietina, que colabora na formação dos glóbulos vermelhos e a vitamina D, que ajuda na absorção do cálcio para a saúde dos ossos.

● Eliminar toxinas: os rins são responsáveis por eliminar diversas toxinas e excrementos que se resultam dos processos metabólicos do corpo, como o ácido úrico, a uréia e a creatinina, entre outros.

Quais são os sintomas de problemas nos rins?

É verdade que cada doença possui seus sintomas específicos (nós falaremos delas mais adiante). Contudo, é possível exemplificar alguns sintomas gerais que podem indicar problemas nos rins. Veja quais são:

● Inchaço no rosto, nos braços, nos pés ou nas pernas;
● Constante vontade de urinar;
● Coceira em diversas partes do corpo;
● Dor frequente nos flancos ou na parte de trás das costas;
● Mudanças na cor e no odor da urina;
● Urinar em poucas quantidades e permanecer com vontade de urinar;
● Fadiga excessiva sem motivos óbvios;
● Aparecimento de espuma na urina;
● Dores na hora de urinar;
● Sentir uma pressão na área da barriga quando vai urinar;
● Distúrbios no sono, como insônia ou apneia;
● Sensação metálica na boca e falta de apetite.

Se você estiver sentindo mais do que dois dos sintomas acima, é importante procurar um médico o mais rápido possível para que exames sejam realizados com o intuito de diagnosticar a sua doença e assim tratá-la da melhor forma.

Quais são os problemas mais comuns nos rins?

Agora que você já conhece a importância dos rins e quais são os sinais que indicam algum distúrbio neles, chegou a hora de saber quais os problemas mais comuns que podem aparecer nestes órgãos.

Lembrando que “comum” não quer dizer que seja um problema sem importância. O uso do termo indica apenas que tais males têm ocorrência mais frequente. Dê uma olhada em quais são a seguir:

● Pedra nos rins: é o problema mais popular de todos; ele é caracterizado pela presença de pequenas pedras dentro dos órgãos, o que dificulta ou impede o caminho da urina para a bexiga.

● Insuficiência renal: ocorre quando os rins são afetados por lesões progressivas que vão piorando cada vez mais a sua capacidade de realizar funções.

● Doença policística renal: acontece quando diversos cistos aparecem nos rins (ou no rim) e podem atrapalhar o seu funcionamento.

● Hidronefrose: aparece quando a urina acaba acumulando-se dentro do rim porque ela não consegue chegar até a bexiga.

● Cistos nos rins: costumam aparecer com a idade, mas em alguns casos podem ser muito grandes e com isso causam dores bem desconfortáveis nos ruins.

Algumas outras doenças crônicas (como a diabetes e a hipertensão) também podem causar lesões nos rins, que podem piorar se não forem tratados e assim gerar distúrbios renais mais sérios, como a insuficiência renal.

O câncer nos rins, infelizmente, também não é tão incomum. Ele costuma ocorrer em homens com idade superior a 60 anos. Entre seus sintomas principais, estão: febre alta frequente, sangue na urina, fadiga excessiva, entre outros já mencionados. Fique sempre atento.

Como cuidar da saúde dos rins?

Tudo isso te deixou bem preocupado? Acalme-se, pois existem algumas maneiras de prevenir que essas doenças apareçam em sua vida. Dê uma olhada em como manter a saúde dos rins sempre boa:
● Evite o excesso de sal nas refeições. Procure consumir no máximo de 5 a 6 gramas ao dia;
● Atenção para superdosagens de remédios receitados (ou qualquer remédio). Respeite sempre a quantidade estabelecida pelo médico;
● Pratique exercícios físicos diários e evite o consumo excessivo de cigarro e de bebidas alcoólicas;
● Realize exames de sangue periódicos e meça a pressão com frequência;
● Beba muita água durante o dia, também coma de forma saudável e sem exageros;
● Consuma nutrientes benéficos ao sistema urinário, como o Citrato de Potássio, que é usado para prevenir e tratar diversas das doenças renais citadas, além de auxiliar a saúde dos ossos.

E por falar no Citrato de Potássio. Eis algumas características deste importante suplemento

Uma boa parte das pessoas prefere consumir o Citrato de Potássio através de suplementos alimentares, pois a ingestão é mais prática e as suas propriedades não se perdem na digestão (como ocorre com as fontes naturais).

Mesmo assim, listamos alguns desses alimentos que podem ser ingeridos para acrescentar mais Citrato de Potássio em sua alimentação:
● Frutas como damasco, banana, melão e cítricas.
● Grãos integrais como pães integrais e cereais.
● Peixes como salmão, bacalhau, linguado e sardinha.
● Folhas verdes como alface, chicória, couve e espinafre.
● Outras fontes como feijão verde, batata e brócolis.

Viu como é importante cuidar da saúde dos rins? Altere alguns de seus hábitos diários e tenha uma alimentação boa. Lembre-se de sempre consultar um médico antes de começar o consumo de qualquer remédio ou suplemento.


  • 1
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *