Fosfatidilcolina. Seu fígado saudável e 7 dicas imperdíveis para sua saúde

Fosfatidilcolina. Seu fígado saudável e 7 dicas imperdíveis para sua saúde


É bastante comum conhecermos pessoas que possuem problemas nos rins, fígado e pulmões. E muitas dessas complicações são causadas pela má alimentação, vida sedentária e pelo consumo abusivo de álcool, que já se tornou uma prática comum em nossa sociedade.

Se você sofre com algum problema relacionado a esses órgãos e quer fazer uma mudança em sua vida, mas ainda não sabe por onde começar, vamos te dar 3 dicas.

1º – Mude suas práticas alimentares;
2º – Pratique alguma atividade física regularmente;
3° – Faça uma suplementação com Fosfatidilcolina.

O nome não é muito familiar, no entanto essa substância é rica em benefícios e tudo o que você precisa saber a seu respeito irá descobrir agora, ao continuar fazendo a leitura.

O que é a fosfatidilcolina?

Apesar de ser bastante reconhecida e utilizada em tratamentos para doenças mentais, ajudando a prevenir diversos problemas que afetam o cérebro, a fosfatidilcolina é uma substância muito versátil que pode ajudar em diversos outros casos.

A fosfatidilcolina é uma molécula natural, originada do fosfolipídio que é o principal lipídio, ou seja, gordura que constitui as membranas celulares e as proteínas encontradas em nosso sangue, ligado à molécula de colina.

Sendo assim, podemos concluir que a fosfatidilcolina é a principal fonte de colina de nosso corpo, um nutriente que age como precursor dos neurotransmissores de acetilcolina, indispensável para manter as funções cerebrais em perfeito funcionamento.

Para que serve?

Além de atuar positivamente na saúde cerebral, a fosfatidilcolina ajuda a tratar diversos problemas hepáticos e ajusta os níveis de colesterol. Suas outras substâncias, chamadas de surfactantes, ajudam a manter, prevenir e proteger a saúde pulmonar e gastrointestinal.figado

A fosfatidilcolina é muito importante para reparar e compor as membranas celulares, principalmente as funções vitais do fígado. Segundo diversos estudos, a substância tem como principal papel a prevenção e o tratamento de várias doenças hepáticas.

Ela protege as células, reduzindo a fibrose que é o segundo nível mais grave do excesso de gordura no fígado. Com isso, é possível aliviar os sintomas e o avanço da doença, evitando a morte das células do órgão.

Pesquisas publicadas na revista Hepatology mostraram que os pacientes que possuíam deficiência de colina apresentaram uma redução significativa na esteatose hepática.

Isso aconteceu após eles mudarem seus hábitos, acrescentando em sua rotina exercícios, boa alimentação, corte de drogas, bebidas alcóolicas e de tabaco, combinando todas essas boas ações ao uso de suplemento de fosfatidilcolina.

Quais as consequências dos baixos níveis de fosfatidilcolina no corpo?
Os baixos níveis de fosfatidilcolina no cérebro estão relacionados à doença de Alzheimer, à esquizofrenia, ao fígado gordo e outros problemas nesse mesmo órgão.

Abaixo te mostraremos os principais benefícios da fosfatidilcolina. Confira!

Quais os benefícios da Fosfatidilcolina?

Apesar de ser famosa por sua ação no fígado, a fosfatidilcolina possui muitos outros benefícios, para variadas regiões do corpo. Veja:

1. Memóriafosfatidilcolina-memoria
Um estudo realizado com 80 pessoas descobriu que a suplementação de fosfatidilcolina atuou na memória. Ela aumenta os níveis de colina e acetilcolina no cérebro, melhorando a memória e protegendo este órgão de outras doenças.

2. Saúde do fígado
Um experimento realizado em animais mostrou que a fosfatidilcolina pode promover a regeneração do fígado.

Outros estudos, também mostraram uma melhora significativa nas enzimas hepáticas em vários pacientes que sofriam com doenças envolvendo o fígado gorduroso.

3. Hepatite viral
Um ensaio clínico revelou que a fosfatidilcolina ajudou a tratar a hepatite C e B crônica, diminuindo a ação da doença. A substância criou um efeito de proteção e de cicatrização no fígado, colaborando para o sucesso do tratamento.

4. Eliminação de gordura e perda de pesofosfatidilcolina-emagrecer
A fosfatidilcolina aumenta a produção do receptor responsável pela queima de gorduras. Além disso, ela pode auxiliar com lipomas, tumores benignos causados pelo acúmulo de gorduras.

Um estudo realizado em mulheres mostrou que as injeções de fosfatidilcolina reduziram a gordura corporal e podem ser usadas para a intervenção envolvendo a perda de peso.

5. Efeito anti-inflamatório
O tratamento realizado com fosfatidilcolina reduz a inflamação e diminui a reação de leucócitos, além de melhorar os sintomas de artrite reumatoide e diminuir os níveis inflamatórios dos glóbulos brancos.

6. Proteção dos neurônios
Determinadas inflamações podem diminuir a fabricação de novos neurônios em uma região do cérebro importante para a memória e para a aprendizagem. A fosfatidilcolina impede essa diminuição, reduzindo os níveis de TNF-α.

7. Melhora o desenvolvimento do cérebro fetal
A suplementação pré-natal de fosfatidilcolina pode diminuir os riscos de os fetos desenvolverem doenças mentais.

Um estudo realizado com 100 mulheres grávidas constatou que a suplementação desta substância garantiu um desenvolvimento adequado nos cérebros dos fetos, além de prevenir o atraso em algumas áreas do desenvolvimento cerebral que eram geneticamente suscetíveis à esquizofrenia.

Outros benefícios da fosfatidilcolina:

• Melhora os sintomas do transtorno bipolar;
• Melhora os sintomas da colite ulcerativa;
• Reduz os danos causados por anti-inflamatórios não esteroides e aumenta suas propriedades terapêuticas.
• Atua na prevenção de cálculos biliares;
• Combate a esteatose hepática;
• Age como protetor hepático;
• Garante um intestino mais saudável;
• Atua na saúde dos pulmões.

Efeitos colaterais
Os efeitos colaterais mais comuns são o vômito, as dores no estômago, o mal-estar, a diarreia e a transpiração em excesso.

No entanto, há casos mais graves, com sintomas como fraqueza muscular, redução dos batimentos cardíacos, convulsões e problemas respiratórios. Se notar qualquer um desses sintomas, suspenda o uso imediatamente e procure um médico.

Como tomar?

Recomenda-se ingerir de 1 a 2 cápsulas por dia, junto às refeições. É sempre importante buscar orientação médica antes de iniciar o uso. Este profissional poderá orientar quanto à dose adequada, considerando suas necessidades e objetivos.

Contraindicações
Mulheres grávidas e amamentando não devem fazer o uso da substância.

Outros grupos, como aqueles que possuem doenças crônicas e tomam medicamentos específicos também devem buscar orientação médica antes de iniciar o uso.

Deixe-nos seu comentário quando utilizar destas dicas para a saúde de seu fígado. Sua opinião é muito importante para nós.


  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *