Horário de Verão! Alguma vez já imaginou que poderia afetar sua saúde?

Horário de Verão! Alguma vez já imaginou que poderia afetar sua saúde?


Como o horário de verão pode afetar o nosso dia a dia?
Horário de verão é um desses assuntos em que não há unanimidade. Algumas pessoas adoram e outras detestam, pois nos primeiros dias nosso relógio biológico fica todo bagunçado.

Entenda neste post como o horário de verão afeta o seu relógio biológico e por que quando se trata dessa questão nem mesmo os pesquisadores encontram um consenso.

Horário de Verão

Com o objetivo de economizar energia elétrica e evitar a sobrecarga do sistema energético, o costume de adiantar os relógios no período mais quente do ano para iniciar as atividades mais cedo e aproveitar melhor a luz do dia já faz parte da rotina dos brasileiros.

Acordar com uma hora antes do habitual causa uma série de transtornos. Eles são mais sentidos nos primeiros dias e os especialistas afirmam que depois da primeira quinzena nosso biorritmo está totalmente adaptado.

Relógio biológico

As rotinas fisiológicas como acordar, dormir e sentir fome são reguladas pelo nosso relógio biológico.

Os nossos hábitos sincronizam o relógio interno com o externo e a luminosidade é o gatilho que dispara os mecanismos de funcionamento do ciclo circadiano, tais como temperatura do corpo, secreção de hormônios como o cortisol, a melatonina e o hormônio do crescimento.

A troca de horário pode comprometer as funções normais do organismo e causar insônia. As noites mal dormidas trazem consequências durante o dia.

Além de irritabilidade, mau humor, sono e cansaço, os nossos reflexos ficam comprometidos, tornando-nos mais propensos a causar acidentes diversos, inclusive no trabalho e no trânsito.

Compreenda no tópico a seguir quais as consequências das noites mal dormidas no trânsito.

Sono e direção

Não é de hoje que sabemos que o sono é um dos principais responsáveis pelos acidentes de trânsito. Por isso, nos primeiros dias do horário de verão, todo cuidado é pouco, uma vez que nossos reflexos podem estar afetados pelas noites mal dormidas.

Um estudo canadense da Universidade da British Columbia aponta para o aumento de 8% no número de acidentes no primeiro dia do horário do verão e as causas são o cansaço e os reflexos e o raciocínio mais lentos em virtude do sono.

Por isso evite viajar na primeira semana depois da troca de horário, mesmo que você se sinta bem, há uma grande chance de encontrar motoristas sonolentos ao volante.

Dicas para dormir melhor

Dormir bem é o ponto de partida para a qualidade de vida. Leia a seguir dicas interessantes para ter uma boa noite de sono.

• Evite café e chá preto antes de dormir, bem como exercícios físicos e atividades intensas.
• Procure relaxar e se alimentar com moderação. Os extremos não são indicados, então não coma demais e nem fique com fome.
• O banho não deve ser com água muito quente e nem muito fria. Lembre-se do que falamos sobre os extremos.
• Assistir a filmes ou ler livros muitos estimulantes também pode ser prejudicial. Isso pode te fazer demorar a dormir.
• Procure descansar em local arejado, escuro e silencioso.

Regulando o Ciclo Circadiano: como a melatonina pode ajudar?

A maioria dos problemas encontrados para a adaptação a esse sistema envolve o ajuste do ciclo circadiano. Para diminuir o impacto das mudanças de horário, algumas pessoas recorrem ao uso da melatonina.horario-de-verao-relogio

 

Essa substância pode ser muito útil para as pessoas que não se adaptam ao horário de verão, para as que passaram ou passarão por mudanças de fuso horário em virtude de viagens ou mesmo para as que têm problemas frequentes de insônia. Com o sono regulado todos os outros efeitos negativos ficam minimizados.

Deixamos para você algumas indicações de melatoninas, já ouviu falar? Clique aqui e escolha a que mais se adequa ao seu organismo.

Acompanhe no próximo tópico como a mudança de horário afeta também a saúde das pessoas com problemas cardíacos.

Ataques cardíacos em virtude da troca de horário

Um estudo publicado no The New England Journal of Medicine concluiu que há um acréscimo de 7% nos casos de ataques cardíacos nos três primeiros dias após o inicio do horário de verão e de 5% nos quatro dias seguintes.

Essa pesquisa realizada em 2008 e levou em conta dados de registros no sistema de saúde da Suécia.

Nos Estados Unidos os índices são mais assustadores. Um trabalho publicado na revista Open Heart em 2014, aponta para um aumento de 24% no número de atendimentos em decorrência de ataques cardíacos na primeira Segunda-Feira do horário de verão.

Um estudo semelhante foi realizado no Brasil em 2015 e publicado na revista científica Economics Letters. Ele aponta para o índice de 8,5% no aumento de infartos na primeira semana e as principais vítimas são as pessoas acima de 60 anos.

Vitamina D e horário de verão

Com os relógios biológicos alterados é preciso ficar atento aos horários em que a incidência dos raios solares é mais prejudicial à saúde. Com uma hora adiantada, esse horário passa a ser das 9 às 15 horas.

O mesmo vale para a exposição com o objetivo de assimilar a vitamina D. Nesse caso, o horário passa a ser das 9 às 14 horas. Porém, é importante não se esquecer de todos os cuidados necessários, protegendo as áreas mais sensíveis do corpo com vestuário e protetor solar.

O tempo de exposição geralmente é de 15 a 20 minutos para quem tem pele clara é de 45 minutos a 1 hora para as pessoas de pele negra. A orientação médica é expor ao sol em torno de 40% da pele do corpo, sem qualquer tipo de proteção e não estar atrás de vidros.horario-de-verao-sol

A vitamina D é muito importante para o bom funcionamento do nosso organismo. Porém, muitas vezes, mesmo com boa alimentação e hábitos saudáveis, nosso corpo não consegue absorver as quantidades necessárias. Nesses casos precisamos reforçar esse item com suplementos de boa qualidade.

Além de ter claridade por mais tempo, já que os dias são mais longos, descubra a seguir quais as outras vantagens do horário de verão.

Então, quais os benefícios do horário de verão

O principal objetivo dessa medida é a economia de energia elétrica. Mas outros benefícios foram percebidos em decorrência da adoção desse sistema, especialmente a significativa diminuição da violência e da criminalidade na saída do trabalho e das escolas, já que se tem iluminação natural.

Exatamente por esta razão, o lazer e o consumo também foram favorecidos, bem como o setor de serviços e o comércio varejista, como academias, salões de beleza e restaurantes.

O horário de verão possui seus pontos positivos e negativos como vem mostrando os estudos. Durante a primeira semana, muitas pessoas apresentam sintomas desconfortáveis. Porém a tendência é que, passado esse período de adaptação, os benefícios começam a aparecer.

E você? Consegue se adaptar ao horário de verão facilmente? De qualquer forma, aproveite o horário extendido para atividades externas, com a família e amigos.


  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *