Óleo de coco auxilia no processo de emagrecimento. Conheça os motivos

Óleo de coco auxilia no processo de emagrecimento. Conheça os motivos


Você já deve ter ouvido falar nos benefícios do óleo de coco para a saúde, não é mesmo? Muito utilizado para substituir as gorduras convencionais na cozinha, o óleo de coco é rico em ácido láurico, um componente que combate os radicais livres e a inflamação das células, contribuindo para a redução do peso.

De acordo com pesquisadores da Universidade de Columbia e do Centro de Pesquisa sobre Obesidade de Nova York, o óleo de coco promove a saciedade e, consequentemente, evita a compulsão alimentar. Isso significa que consumir o produto após o café da manhã pode ajudar a diminuir o tamanho das refeições durante o almoço e o jantar.

Porém, é preciso ter cuidado ao incorporar o óleo de coco na dieta, já que ele não é nenhum produto milagroso. É preciso ter em mente que ele deve ser utilizado junto com alimentação equilibrada e a prática de qualquer tipo de atividade física por, no mínimo, 20 minutos diários. Sem isso, é impossível diminuir alguns dígitos na balança sem comprometer a saúde.

“São óleos essenciais que ajudam a acelerar o metabolismo e auxiliam a queima de gordura corporal”, explica o endocrinologista e nutrólogo da Universidade de São Paulo, João César Castro Soares. O profissional também reforça que para ter efeitos positivos o consumo deve estar associado à prática de exercícios físicos.

Mas, fique atento! Principalmente, se você utiliza o óleo de coco para o preparo de alimentos na cozinha. É preciso ter atenção e cuidado redobrado para que não haja exageros. Segundo a Fundação Britânica de Nutrição, o produto extraído do fruto maduro pode ser incluído na dieta com ressalvas, em pequenas quantidades e como parte de uma dieta balanceada.

O principal problema de usar o produto na preparação de alimentos está no alto teor de gordura saturada presente no óleo. Ao consumir uma colher de sopa, por exemplo, você está ingerindo aproximadamente 11,8 gramas de gordura saturada.

Outro relatório divulgado pela American Heart Association endossa o cuidado e não aconselha o uso de óleo de coco puro na cozinha, porque a ingestão de gordura saturada é um dos principais motivos para o aumento do colesterol ruim, podendo ocasionar problemas cardíacos, como infarto e acidente vascular cerebral.

Pesquisadores recomendam o consumo limitado, para manter somente os bons níveis de colesterol. Em números, isso significa que a ingestão não deve ultrapassar 15 gramas, ou seja, o equivalente a uma colher de sopa. Para quem cozinha no dia a dia, dosar a quantidade ideal pode ser um desafio. Por isso, é bom ficar de olho e até evitar, para não cair em tentação, ainda mais quando é preciso preparar alimentos fritos para toda a família.

Com base nessa recomendação, concluímos que o óleo de coco mais seguro para auxiliar no processo de emagrecimento é na forma de suplementação e em cápsulas, pois contêm a quantidade ideal para a ingestão diária.

E os benefícios não param por aí. Além do aspecto da saciedade e do controle da compulsão alimentar, o óleo de coco também estimula o funcionamento adequado da tireoide, provocando a queima de calorias e o controle do peso. Os sintomas que podem indicar irregularidade na glândula tireóide incluem ganho de peso, prisão de ventre, sonolência, cansaço, unhas fracas e cabelos secos. Todos esses problemas juntos, se não tratados, podem dificultar o progresso do emagrecimento.

“Estudos mostram uma relação do óleo de coco com a estimulação da glândula tireoide, o que aumentaria o metabolismo basal, auxiliando na perda de peso. Para ter esses benefícios, invista em uma alimentação saudável e equilibrada. Só o consumo do alimento não vai levar a uma queima de calorias e perda de gordura significativas”, explica Patrícia Bertolucci, nutricionista e especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina.

Outros benefícios, como equilíbrio do colesterol, fortalecimento do sistema imunológico, controle da diabetes e a melhora do sistema digestivo podem ser sentidos com o consumo regular da suplementação.

Como tomar a suplementação corretamente?

O Óleo de Coco pode ser encontrado facilmente na internet ou em lojas do ramo. Mas escolha produtos originais, de empresas idôneas, pois sua saúde merece respeito. A indicação é tomar 2 (duas) cápsulas por dia após as refeições. Se houver dúvida, é importante seguir aquela velha dica: busque orientação médica e nutricional.

Na Vitaminas Express temos somente produtos de ótima qualidade, originais e de procedência comprovada.
Que tal dar uma olhada no Óleo de Côco da Puritan’s Pride? É só CLICAR AQUI


  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *