Vitaminas para a Memória

Vitaminas para a Memória


A ingestão das vitaminas ao nosso organismo é necessária, pois o corpo não consegue produzir todas elas naturalmente. Em uma classificação mais específica as vitaminas são substâncias que nutrem e são importantes para a vida “VITA” e que grande parte delas é composta por nitrogenados “AMINAS”. Mas, ao contrário que muitos pensam as vitaminas não são importantes apenas para o corpo, elas tem um papel importantíssimo no funcionamento do cérebro, por isso, quando falamos sobre as vitaminas para a memória, estamos na verdade dizendo que há vitaminas e sais minerais que são essenciais para o seu cérebro e que te ajudam a mantê-lo saudável e ativo mesmo com o avanço da idade.

Ter uma alimentação balanceada que seja rica em vitaminas é o ideal para ter uma vida saudável, sem problemas mais graves. Quando há falta delas no organismo acontecerão manifestações para sinalizar que tal nutriente está em baixa. Normalmente isso acontece com pessoas que têm a alimentação pobre e pouco organizada e as consequências são as manifestações de doenças que se proliferarão causando danos à saúde pela falta das vitaminas no organismo.

Suplementos, Vitaminas e o Cérebro

Normalmente isso acontece com pessoas que têm a alimentação pobre e pouco organizada e as consequências são as manifestações de doenças que se proliferarão causando danos à saúde pela falta das vitaminas no organismo.

Funcionamento do cérebro

Ao longo do tempo é comum perceber uma queda significativa da memória e até mesmo do raciocínio, muitos atribuem esse fenômeno à idade. Na maioria das vezes estas manifestações são consequências de uma má alimentação que contribui para a falta de nutrientes necessários para o bom funcionamento do cérebro.

Os neurônios são elementos celulares fundamentais, pois eles têm receptores que recebem as mensagens dos neurotransmissores. As atividades cerebrais se constituem exatamente da ligação dos neurotransmissores com os neurônios para realizar ações específicas. Investir em boas dietas, ricas em nutrientes pode contribuir para um equilíbrio no cérebro elevando a eficácia dessas ligações.

A Importância das Vitaminas para a Memória

Muitos estudos investigam as reações da suplementação com vitaminas para tratar algum problema ou fazer uma prevenção do declínio cognitivo. É de comum conhecimento que as gorduras saudáveis fazem muito bem para o desenvolvimento cerebral, como as gorduras ômega 3, por exemplo.

O cérebro precisa constantemente de nutrientes e as vitaminas encaixam-se nesta categoria tendo uma grande importância na contribuição de melhorar a eficiência cognitiva. Algumas vitaminas específicas podem prevenir doenças graves com estudos comprovados da eficiência delas.

Um artigo publicado na revista eletrônica PUC, explica que a falta de vitamina B12 pode causar sérios danos à saúde dos idosos. No texto eles ainda apresentam dados explicando que a deficiência dessa vitamina é algo comum e muitas vezes a responsável por danos cognitivos que podem levar à demência.

Sabendo da importância das vitaminas na alimentação é interessante descobrir quais são indicadas e para quais finalidades. Um exemplo é a vitamina B, que contem um ácido fólico natural, junto à vitamina B6 E B12 apresentam resultados poderosos para prevenir o declínio cognitivo e até problemas mais graves, como a perda de memória fatal, que se manifestam em doenças como o Alzheimer.

Uma vitamina não muito popular, mas eficiente é a Fosfatidilcolina. Pode ser encontrada na soja e é responsável por converter a acetilcolina, ou seja, o neurotransmissor que potencializa a saúde da memória. Mesmo que não se encaixe diretamente no âmbito das vitaminas, ela é um complemento importantíssimo para o cérebro.

Há um grande índice que associam os baixos níveis da vitamina D com o desenvolvimento da doença motora Mal de Parkinson. Embora pensem que nutrir o cérebro esteja somente ligado ao raciocínio e memória, isso é um equívoco muito grande. O cérebro é essencial para a capacidade motora, desenvolvimento corporal, reflexos, etc.


  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *