TDAH: por que a Fosfatidilserina é uma arma poderosa contra este mal?

TDAH: por que a Fosfatidilserina é uma arma poderosa contra este mal?


TDAH, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, é um problema que tem se tornado cada vez mais frequente na sociedade moderna, principalmente entre as crianças. Mas, você sabe o que é e como identificar este transtorno?

TDAH - Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade

Antigamente, por de falta de conhecimento, muitas crianças eram rotuladas de mal-educadas ou popularmente chamadas de “arteiras”. O que na verdade se revelou foi o aumento exponencial de casos de transtorno do déficit de atenção e hipertensão.

É claro que este distúrbio não afeta somente os jovens e crianças, muitas adultos também apresentam os sintomas deste distúrbio e iremos te mostrar como identificar-los.

Mas, não é só isso. Você sabia que estudos científicos já mostraram que há uma substância, a Fosfatidilserina, que pode entrar no curso desta história, como uma alternativa para o tratamento deste transtorno que está tirando o sono de muitas famílias.

Ao término deste artigo você será capaz de identificar uma pessoa com TDAH. Além disso, você irá conhecer melhor a Fosfatidilserina, e como e porque ela combate os sintomas deste distúrbio. Então vamos ir mais a fundo para entender o que é o TDAH.

O que é o TDAH

TDAH – Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, nada mais é que uma síndrome (que é um conjunto de sintomas) que se caracteriza basicamente por alguns fatores: a distração, agitação e hiperatividade, esquecimento, desorganização, entre outros. Este transtorno aparece tanto em adultos como em crianças.

O TDAH tem características neuro-comportamentais, é orgânico, associado a disfunção na área do córtex cerebral, também conhecida como lobo pré-frontal.

Mas o que precisamos saber é que o TDAH aparece em atividades cotidianas como o estudo e leitura, que exigem concentração e foco.

Segundo o médico Antônio Arruda, coordenador do instituo GLIA, estima-se que cerca de 6.000 jovens entre 4 a 18 anos sofrem deste transtorno.

Se você identificou alguns destes sintomas em você, ou em alguém que conheça? Então veja como é que este distúrbio pode afetar negativamente a vida de um individuo portador deste distúrbio.

Como o TDAH Afeta o Cotidiano das Pessoas?

TDAH - Mal Humor

Como o TDAH prejudica atividades que exigem concentração, o estudo, trabalho e até o relacionamento interpessoal possam sofrem prejuízos.

No trabalho, o indivíduo pode atrasar a entrega de projetos, perder reuniões por falta de organização, além do mais atividades que requerem mais atenção do portador, são praticamente impossíveis de serem executadas corretamente.

Na escola, os alunos não conseguem se concentrar, passam a serem vistos com os alunos mais “bagunceiros”, tem problema para seguir regras e ordens de outros adultos e a fixação de conteúdos fica prejudicada. Consequentemente,  chegam as notas baixas, com isso, cria-se um descompromisso com o estudo e o aluno passa a ter uma rotina negativa de aprendizado.

O TDAH Tem Cura?

O TDAH não é uma doença, que pode ser tratado com algum medicamento ou até mesmo passar de uma pessoa para outra.

Como dissemos, é um transtorno, e existem sim substâncias e tratamentos que podem aliviar estes sintomas.

Uma das substâncias que aparecem em estudos é o uso da Fosfatidilserina, que vamos tratar nos tópicos mais abaixo.

Medicamentos Atuais para o TDAH

Na verdade, o tratamento mais usual para TDAH é o uso de medicamentos com associação a uma psicoterapia. Mas, há uma preocupação constante quanto ao uso de medicamentos psicotrópicos. Pois, tratam-se de drogas que podem também ter efeito sedativo e antidepressivo.

A maioria delas é à base de metilfenidato. Seus efeitos no cérebro a longo prazo ainda não são muito claros, principalmente em crianças, já que seu organismo está ainda em formação. Por isso não se descarta o possível aparecimento de doenças, como, por exemplo, hipertensão, glaucoma e problemas cardíacos.

Cada indivíduo pode responder de uma determinada forma ao tratamento e, em razão disso, o mais aconselhável é que ele seja assistido por uma equipe multidisciplinar, composta por médico, psicólogo além do acompanhamento na escola, em caso de crianças.

A maioria dos medicamentos utilizados para o tratamento do déficit de atenção estimulam o sistema nervoso central e levam a uma melhora do comportamento em cerca de 70% das crianças tratadas. Mas há os efeitos colaterais. Os mais comuns são a perda de apetite e a insônia.

Eles podem algumas vezes desaparecer com a redução da medicação ou com a alteração na sua dosagem. Existem outros efeitos secundários raros, mas mais graves, como, por exemplo, alucinações, manias, psicose, etc.

Atualmente, os medicamentos mais utilizados no Brasil para o tratamento do TDAH são: Ritalina, Concerta e Venvase. É indispensável que o paciente tenha passado por uma avaliação criteriosa antes de sua prescrição. Além de ser necessário um acompanhamento rigoroso pois os efeitos podem ser perigosos.

Apesar de tais medicamentos serem os mais utilizados, discussões sobre isso têm sido realizadas conjuntamente com estudos a fim verificar, principalmente, seus efeitos colaterais.

O que é Fosfatidilserina

Fosfatidilserina Neuro-PS

Sabe-se que não é somente o corpo que precisa de nutrientes, mas principalmente o cérebro. São esses nutrientes que irão promover seu bom funcionamento e evitar uma série de problemas, principalmente os relacionados à memória, concentração e fadiga mental.

A Fosfatidilserina compõe a membrana do cérebro, protegendo suas células e está relacionada diretamente à transmissão dos impulsos nervosos, isto é, às sinapses. Qualquer informação é passada através desses impulsos e a Fosfatidilserina é a responsável pela manutenção das membranas cerebrais.

Alguns alimentos fornecem essa substância, como as carnes bovinas, aves, peixes e aqueles que têm uma alta concentração em vísceras e cérebro de animais. Só que, com o avanço da idade, torna-se mais difícil sua absorção ou a queda de produção pelo nosso corpo, sendo então necessária a reposição através da suplementação.

No caso da TDAH, ou seja, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, um distúrbio presente em algumas crianças, a Fosfatidilserina é usada por auxiliar na melhora da concentração e, aliado a isso, ajuda consideravelmente na memória e no aprendizado.

O diagnóstico do TDAH é frequentemente atribuído pela observação dos seguintes sintomas: agitação, incapacidade de se concentrar, mudanças de humor, dificuldade em completar uma tarefa, desorganização, dificuldade de enfrentar o estresse e impulsividade.

Vale lembrar que as crianças são as principais atingidas com TDAH, mas o transtorno pode ocorrer também em adultos. Ainda não foi identificada uma causa precisa, mas existem vários fatores de risco. Estudos têm mostrado que as meninas sofrem mais de desatenção e os meninos de hiperatividade e impulsividade.

Um dos principais benefícios da Fosfatidilserina em relação a TDAH é que a partir do momento em que a substância age no processo cognitivo, ela pode ocasionar uma melhora na rapidez da memorização, facilitando a aprendizagem.

Fosfatidilserina e o Cérebro

A maior concentração de Fosfatidilserina está no cérebro e no sistema nervoso central. Essa substância é responsável pelo equilíbrio líquido das células, ajudando a lhes fornecer os nutrientes necessários.

Muitas vezes, com o avanço da idade, observa-se uma perda na memória assim como na concentração e aprendizado e a Fosfatidilserina tem se mostrado bastante eficaz nessa questão, apresentando significativos resultados.

A Fosfatidilserina é um suplemento que pretende fazer uma grande diferença em termos de performance cognitivas e em relação à saúde geral do cérebro. Como ela trabalha diretamente no sistema nervoso central, além de proteger o cérebro, também estimula suas funções como a concentração, a memória e o aprendizado.

Por que esta Substância é Indicada para os Casos de TDAH?

A substância é utilizada como um tratamento eficaz em casos de TDAH pois pode reduzir alguns de seus sintomas. Na verdade, a Fosfatidilserina não põe fim aos sintomas de TDAH, mas é capaz de diminuir os níveis de estresse, a hiperatividade e, ao mesmo tempo, melhorar a capacidade de concentração e memória.

A substância regula os nutrientes do cérebro. Ela também atua, em alguns casos, aumentando os níveis de dopamina, o que pode melhorar a memória, a concentração, a aprendizagem e assim reduzir os sintomas do TDAH. Ela também é responsável por bloquear os efeitos do cortisol, restabelecendo assim o equilíbrio mental.

Estudos neurobiológicos têm sido feitos para comprovar que pessoas com TDAH têm suas zonas corticais afetadas. Tais zonas são importantes por estarem associadas às funções motoras e à atenção. Os resultados mostram que, se os circuitos de dopamina estiverem funcionando corretamente, as zonas corticais também estarão. Dessa forma, os sintomas do TDAH também serão minimizados.

Por que Estudos Sugerem o Uso da Suplementação?

Várias pesquisas e estudos sugerem seu uso em crianças com TDAH pois a Fosfatidilserina atua principalmente na melhora da função cognitiva. Muitas delas sofrem com problemas relacionados ao estresse e a substância tem como uma de suas funções agir na redução do estresse e da ansiedade.

Tendo isso mais controlado, fica mais fácil para a criança concentrar-se e memorizar o conteúdo ensinado na escola. Dessa forma, ela fica menos ansiosa e apresenta menores oscilações de humor e comportamento, além de ter sua autoestima elevada.

Uma das grandes vantagens para a indicação da Fosfatidilserina em casos de TDAH é que a substância não provoca efeitos colaterais como outros medicamentos. Em alguns casos raros, o paciente pode apresentar dor de estômago e insônia. Comparando isso aos efeitos colaterais dos medicamentos indicados para o tratamento de quem tem déficit de atenção, tais efeitos são mínimos.

Onde Encontramos a Fosfatidilserina para Comprar?

A suplementação deste milagroso suplemento está disponível no mercado para comprar através do NEURO-PS. Disponível em cápsulas de 100 e 300mg você pode ingerir a quantidade desejada e compatível com o seu organismo.

A Fosfatidilserina e o NEURO-PS

A Fosfatidilserina é um suplemento natural que, ao ser utilizado por meio de cápsulas em gel, ocasiona uma ação eficaz, assim como uma rápida absorção.

O suplemento contribui para o fortalecimento da comunicação entre as células do cérebro, aumentando a fluidez das membranas celulares dos neurônios, as quais já podem estar prejudicadas ou apresentando sinais de envelhecimento.

É possível importar esta suplementação diretamente dos Estados Unidos, como no caso o NEURO-PS.

Dosagem ideal de Fosfatidilserina

Quanto à sua dosagem, encontramos no mercado produtos com doses de 100mg ou 300mg. As doses mais usadas são de 300mg diárias, podendo ser administradas 3 vezes ao dia, se for o caso de 100mg, ou em apenas uma dose, que é o caso de 300mg.

Estudos apontam maior eficácia, administrando o suplemento em 3 doses diárias de 100mg.

Para crianças, a dosagem diminui, podendo ser até 20mg, 3 vezes ao dia.

Porém entendemos que cada organismo responde diferentemente a estímulos. Importante você encontrar a melhor dose e administrá-la de forma que obtenha os melhores resultados.

Assim como qualquer outro suplemento ou medicamento para crianças ou adultos, e, apesar de ser um produto natural sem necessidade de prescrição médica para comprar on-line, é sempre recomendado a indicação de um profissional médico antes de começar a usar.

Onde Comprar Fosfatidilserina?

A suplementação de Fosfatidilserina é encontrada apenas no mercado americano, um dos melhores produtos que os Estados Unidos oferecem é o NEURO-PS da Puritan’s Pride.

Existem diversas lojas online que oferecem esta suplementação, mas reiteramos a segurança na compra. Buque por lojas idôneas, que trabalham como produtos importados originais. Protocolos de segurança e criptografia da informação são indispensáveis para garantir o sigilo dos seus dados enquanto realiza a sua compra.

Para que serve a Fosfatidilserina?

O NEURO-PS vai ajudar a repor os níveis de Fosfatidilserina, pois estes podem diminuir com a idade. Isso possibilitará a manutenção da função cerebral.

Vale lembrar que as funções cognitivas se relacionam a um bom funcionamento do cérebro e às suas conexões nervosas. Portanto, o NEURO-PS contribui no estímulo da atividade intelectual. Conforme envelhecemos, essa atividade pode ser prejudicada. Isso se nota através de sintomas como a diminuição da memória, por exemplo.

A suplementação de NEURO-PS melhora consideravelmente a capacidade de concentração e aprendizado. Ela também é indicada, além de auxiliar nos aspectos já mencionados, para o tratamento de estresse, depressão, arteriosclerose, Mal de Alzheimer, cansaço mental, oscilações de humor e proteção do sistema imunológico.

Em crianças, também vem sendo utilizada como aliada no tratamento de déficit de atenção e hiperatividade.

Quais os Benefícios da Fosfatidilserina?

Essencial para o Cérebro

A Fosfatidilserina trabalha com o sistema nervoso, mantendo a capacidade dos neurotransmissores e ajudando na proteção e no bom funcionamento do cérebro. Os nutrientes do suplemento podem proteger de lesões relacionadas ao envelhecimento e estimular assim o conjunto das funções cognitivas.

Com o envelhecimento natural do organismo, geralmente há uma queda do nível da substância no corpo e isso pode ocasionar desde problemas de memória a uma degeneração do próprio cérebro, o que pode ser resolvido por meio da suplementação.

Muitas pesquisas vêm sendo realizadas em pacientes com Mal de Alzheimer e demência para comprovar a eficácia do suplemento e observou-se uma grande melhora nos sintomas.

Melhora a Concentração, Memória e Aprendizado

Uma dose diária exerce influência positiva sobre a memória, reativa a faculdade de aprendizado e melhora a concentração. A partir do momento em que há uma restauração das membranas dos neurônios, as transmissões dos impulsos nervosos também melhoram e consequentemente há um estímulo das capacidades cognitivas.

O uso da NEURO-PS em questões relacionadas à memória, concentração e aprendizagem é comprovado cientificamente, tanto que em pacientes nos quais foram ministradas doses dessa substância, houve progresso considerável tanto no processamento de informações quanto na sua retenção. Isso sem contar o aprendizado em si.

Pessoas que não apresentaram qualquer tipo de problema em relação à memória e que começaram a fazer uso da Fosfatidilserina também obtiveram uma melhora significativa nas suas funções cognitivas.

NEURO-PS também ajuda o cérebro a produzir mais dopamina, um outro neurotransmissor importante em processos cognitivos. Ele auxilia quanto à melhoria do humor.

Melhora a Atividade Física

A Fosfatidilserina previne o estresse causado pela prática de exercícios físicos e assim melhora bastante o desempenho em tais práticas. Isso acontece porque a suplementação permite que as pessoas fiquem mais resistentes, ou seja, a exaustão pela prática de esportes demora mais a ocorrer, o que faz com que o corpo esteja disposto por mais tempo, melhorando assim a performance de atletas, por exemplo.

Reduz Estresse

Pesquisas comprovam que quando o corpo humano é levado a realizar um esforço físico intenso, ele reage a isso aumentando a quantidade de cortisol (uma das sustâncias responsáveis pelo estresse).

A função do cortisol é tentar restringir a performance física, como forma de proteger o organismo. E a ingestão de NEURO-PS tende a reduzir a intensidade de resposta do estresse e melhorar assim o desempenho físico.

Efeitos Colaterais da Fosfatidilserina

NEURO-PS é bem tolerado em adultos saudáveis e mesmo em pacientes que sofrem de cardiopatias, hipertensão arterial, etc.

Os efeitos colaterais são raros e podemos citar entre eles, dores de estômago e insônia. Lembrando que tais sintomas aparecem caso a dose diária seja maior do que 300mg.

Vários estudos foram realizados e o suplemento é compatível com o uso de outros medicamentos, como, por exemplo, diuréticos e até medicamentos usados em quimioterapia.

Porém, recomenda-se que pacientes que façam uso de heparina, medicamentos anticolinérgicos ou os que aumentam os níveis de acetilcolina consultem seu médico antes de iniciar a suplementação.

Esperamos que este material tenha sido útil para informar e dar subsídios para pesquisas mais detalhadas sobre o assunto.

Casos de TDAH, conforme mencionamos, vem crescendo em todo o mundo, e precisamos criar técnicas e tratamentos para estes casos.

Se você gostou do material, compartilhe com amigos e familiares.

Referências


  • 1
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *