Turmeric ou Açafrão? Diferenças e benefícios que você ainda não sabia!

Turmeric ou Açafrão? Diferenças e benefícios que você ainda não sabia!


Com certeza você já deve ter conhecido ou ouvido falar da Cúrcuma. Sabia que esta planta possui diversos benefícios importantes e que eles vêm sendo utilizados há muitos séculos? Venha saber mais sobre ele!

Diferença entre Açafrão e Cúrcuma (Turmeric)

Antes de começarmos este artigo, devemos esclarecer algumas curiosidades.
Existe sim uma confusão entre Cúrcuma e o Açafrão aqui no Brasil, e isto é muito natural.
Muitos artigos em internet vêm relacionando os dois como a mesma planta e isto não é verdade.
A Cúrcuma, também é comumente chamada de açafrão da terra e por isso se iniciou a onda de confusão sobre estas duas substâncias. Esta planta é famosa em todo o mundo, por suas propriedades e benefícios, nos Estados Unidos o Turmeric Pills, conhecido por lá, também tem seu lugar de destaque nas lojas de suplementos e vitaminas. Mas vamos falar mais sobre seus benefícios a seguir.

A Cúrcuma (Turmeric)

A cúrcuma uma planta herbácea da mesma família do gengibre – não é à toa que eles se parecem. As folhas e a raiz são iguais, mas o gengibre tem uma tonalidade mais amarelo-clara, enquanto a Cúrcuma é alaranjado e escurecido.

O sabor da Cúrcuma é amargo e picante, por isso ele é querido na culinária indiana, por exemplo, no preparo do curry.

A sua raiz pode ser consumida em extrato ou fresca. O extrato (modo mais popular) é feito a partir do cozimento da planta, que é moída e transformada em pó após um tempo no forno.

Esse pó pode ser usado tanto na culinária quanto na preparação de medicamentos ou corantes de tecido.

Açafrãoacafrao

Quando falamos em açafrão, já devemos ter em mente uma flor. Pois é extraído dos estigmas de uma flor. A origem de sua palavra vem árabe e do Persa “za’fran”. Originária da Caxemira, região ao norte da Índia, região do Mediterrâneo. Como curiosidade era utilizada na Grécia antiga como tinturaria. O açafrão é utilizado principalmente na culinária do Mediterrâneo no preparo de risotos, aves, caldos, massas e doces.

É um ingrediente essencial à paelha espanhola. É tida como uma das especiarias mais caras do mundo uma vez que, para se obter um quilograma de açafrão seco, são processadas, manualmente, cerca de 150 000 flores, e é preciso cultivar uma área de aproximadamente 2 000m².

Quando seca, a flor desprende de seus órgãos um pigmento amarelo e um óleo volátil, tradicionalmente usado como corante de tecidos

Então, o que é Turmeric?

Turmeric é o tempero que dá ao curry sua cor amarela. Ele tem sido usado na Índia há milhares de anos como tempero e erva medicinal. Recentemente, a ciência começou a apoiar o que os indianos já sabem há muito tempo – ela realmente contém compostos com propriedades medicinais. Estes benefícios vamos listar a seguir. Fique conosco!

Estes compostos são chamados curcuminóides, o mais importante dos quais é a curcumina. A curcumina é o principal ingrediente ativo da cúrcuma. Tem poderosos efeitos anti-inflamatórios e é um antioxidante muito forte.

Para que serve?

A Cúrcuma é usada pelas suas propriedades medicinais há mais de quatro mil anos pelos chineses. Já foi provado que seu consumo é seguro.

Ele é muito utilizado como um potente anti-inflamatório e um poderoso antioxidante, com benefícios diversos para o nosso organismo.

Além disso, a planta também é utilizada como um eficiente purificador sanguíneo, o que auxilia no controle ao colesterol.

Quais são suas propriedades nutricionais?

A planta possui vários nutrientes essenciais para o nosso organismo. Confira:
● Manganês: auxilia na produção de enzimas essenciais à estrutura óssea, assim como ajuda no metabolismo.
● Potássio: traz benefícios para a saúde muscular, circulatória, óssea e nervosa.

● Fibras: auxiliam nas funções intestinais e a regular níveis de colesterol e de açúcar.
● Vitamina B6: equilibra o metabolismo do sistema nervoso, da pele e do sangue.
● Cobre: ajuda nas reações enzimáticas benéficas aos tecidos capilares, epiteliais, oculares, etc.
● Ferro: entre os seus muitos benefícios, ele transporta oxigênio aos sistemas orgânicos, assim como previne contra anemia e outras doenças sanguíneas.

Quais são seus benefícios para a saúde?

Diversos estudos têm comprovado que o açafrão possui muitos benefícios para o nosso corpo em geral. Dê uma olhada nos principais:

1 – Prevenção contra diabetes
Algumas pesquisas mostram que consumir açafrão diariamente pode ser importante para reduzir os níveis de açúcar no sangue, assim como remover a resistência à insulina.

A planta também tem se mostrado benéfica no combate à hiperglicemia (alta taxa de glicose no sangue). Sua suplementação também auxilia no tratamento de algumas complicações causadas pela diabetes.

2 – Função anti-inflamatória
Ao contrário de grande parte dos medicamentos utilizados no tratamento contra inflamações, o açafrão não possui efeitos secundários negativos. Além disso, ele é ótimo na proteção do sistema digestivo.

A planta age como uma substância bioativa. Isso quer dizer que ela luta contra inflamações em nível molecular, o que a faz muito eficiente nessa função.

Pesquisas indicaram que o açafrão também serve para suavizar os sintomas da uveíte (inflamação nos olhos), assim como melhorar o funcionamento de rins inflamados, se consumido todos os dias.

3 – Redução dos níveis de colesterol

As moléculas do açafrão conseguem se comunicar com as células do fígado, impulsionando a produção de proteínas receptoras do LDL (o mau colesterol). Quanto mais receptores, maior é a quantidade de colesterol que o fígado consegue eliminar.

4 – Ação antioxidante
Graças a esse benefício, o açafrão pode neutralizar os radicais livres, que são moléculas que degeneram e oxidam as células, causando doenças e impulsionando o envelhecimento.

Além disso, ela também estimula as enzimas antioxidantes do próprio organismo.

5 – Tratamento contra a artrite
A artrite é uma inflamação em uma ou mais articulações. Ela causa rigidez e dor no local.

A cúrcuma age muito bem (segundo pesquisas, até melhor do que remédios receitados) porque possui as já citadas funções anti-inflamatória e antioxidante.

Consumir a planta regularmente é uma boa pedida para aliviar outros problemas articulares também.

6 – Prevenção contra doenças neurológicas
Um dos fatores principais para a saúde do cérebro é um hormônio de crescimento chamado de BDNF (Brain-Derived Neurotrophic Factor, ou em português, Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro).

Muitas doenças neurológicas, como o mal de Alzheimer, estão conectados à redução da quantidade presente de BDNF no órgão. O açafrão tem o potencial de elevar os níveis do hormônio e de prevenir tais doenças.

7 – Redução do risco de doenças cardiovasculares
Problemas cardíacos estão entre as maiores causas de mortes do mundo. O açafrão pode evitar o acúmulo de placas nas paredes arteriais. Elas causam obstruções e levam a ataques cardíacos e derrames.

Por ser rica em vitamina B6, a planta regula os níveis da homocisteína (um aminoácido perigoso aos vasos sanguíneos se em excesso) e evita outros problemas relacionados às doenças no coração.

8 – Prevenção e auxílio no tratamento ao câncer
O câncer é causado pelo desenvolvimento descontrolado de células cancerígenas (que formam os tumores malignos) pelo organismo. Algumas pesquisas dizem que a planta pode interromper a propagação e o crescimento dessas células.

Sua função antioxidante também age na proteção das células de certos órgãos, como mama, próstata, cólon e pele, diminuindo os riscos de câncer nessas áreas.

Em 2007, americanos realizaram um estudo no qual acrescentaram a cúrcuma à quimioterapia no tratamento contra um câncer no intestino.

Os resultados apontaram que essa parceria matou mais células cancerosas do que a quimioterapia sozinha.

Como utilizar?

Se você estiver consumindo a cúrcuma através de suplementos, a quantidade pode variar de acordo com seus objetivos. Deixamos aqui o produto Turmeric (Cúrcuma) da Puritan´s Pride. Um dos melhores suplementos do mercado americano.

Se você preferir usar a planta na culinária, pode fazê-la de diversas formas, como: junto ao arroz e grãos; no molho de vegetais e legumes; no tempero de lentilhas; no acompanhamento de ovos nas saladas, entre outros.

A cúrcuma possui efeitos colaterais?

A cúrcuma não é normalmente relacionada a efeitos negativos ou alergias. No entanto, é bom falar que se você consumi-lo em excesso ou em dosagens muito elevadas, pode acabar sofrendo com os seguintes problemas:
● Baixa pressão arterial.
● Náuseas e mal-estar.
● Dores estomacais.
● Aumento do fluxo menstrual.
● Redução brusca do nível glicêmico, se for diabético.
● Diarreias.

Quem está em tratamento com algum remédio (como anticoagulantes e anti-inflamatórios) deve ter cuidado na hora de consumir os suplementos, pois eles podem interagir com a medicação em uso.

Isso poderia causar outros efeitos secundários ou alterar os resultados esperados.

Gostou deste artigo? Compartilhe sua opinião conosco. Ela é muito importante! Você também pode reproduzir este conteúdo em suas redes sociais, é só clicar nos ícones abaixo.


  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *