Vitamina C! Dicas exclusivas que você ainda não tinha visto na internet.

Vitamina C! Dicas exclusivas que você ainda não tinha visto na internet.


Provavelmente, você já se deve ter deparado com uma situação destas: Você está espirrando, com o corpo cansado, aqueles velhos sintomas de gripe. Sempre iremos ouvir: “Tome vitamina C que passa!” ou “Isso é falta de vitamina C” ou ainda, “você não melhora é porque seu imunológico está baixo, é falta de vitamina C”.

Virou rotina tomar vitamina C para prevenir resfriados, ajudar a tratá-los ou melhorar mais rápido de algumas doenças que debilitavam o sistema imunológico.

Mas todas essas recomendações se baseiam no “boca a boca” e, como não existem relatos de riscos sobre superdosagem da medicação, os comprimidos efervescentes viraram febre por sua praticidade.

Mas, será mesmo que tem alguma verdade nessa conversa popular? Quem é a vitamina C? Vamos entender.

Apresentamos a Vitamina C?

As vitaminas, no geral, são substâncias orgânicas sem valor energético (calórico) que atuam no organismo com o objetivo de promover o crescimento e manter vida e a capacidade de reprodução de homens e animais.

Ela, também chamada de ácido ascórbico, foi uma descoberta muito interessante que surgiu a partir de uma tentativa de encontrar uma solução para o escorbuto em meados da década de 1920.

O escorbuto era uma doença que comprometia articulações, provocava inflamação gengival, perda dos dentes e hemorragia ao fragilizar e estimular o rompimento de vasos sanguíneos, além de debilitar o sistema imunológico, o que muitas vezes levava à morte.

Nossa heroína teve sua composição descoberta em 1928 por Albert Szentgyorgyi, mas, foi só em 1932 que foi isolada visando a ser fabricada e distribuída como medicamento.

Ela só passou a ser conhecida por Vitamina C 6 anos mais tarde, o que, na verdade, faz jus ao próprio nome da estrutura química (C6H8O6).

Um fato interessante é que nós, humanos, alguns primatas e alguns morcegos somos os únicos que não produzimos essa vitamina espontaneamente porque nos falta uma enzima chamada “L-gulonolactona-oxidase. Por isso precisamos da suplementação de 45mg a 75mg por dia.

E, só por curiosidade, o nome “ácido ascórbico” foi dado no início porque se tratava de uma substância que prevenia o escorbuto. Bem sutil, não é mesmo?

Para que serve a suplementação da vitamina C?

Embora o objetivo da Vitamina C não seja só melhorar a imunidade, esse é um dos papéis que ela desempenha no organismo. Mas, não é tudo. Ela participa de diversos processos metabólicos como:

• Formação do colágeno;
• Síntese ou produção de epinefrina autógena, corticoesteróides e ácidos biliares;
• Aumento da absorção de ferro;
• Neutralização ou inativação de radicais livres (ação antioxidante);
• Processamento de alguns aminoácidos;
• Cicatrização e recuperação após fraturas, contusões e hemorragias puntiformes;
• Melhora do aspecto gengival;
• Metabolismo de infecções (melhora exponencial ou cura total);
• Aceleração da absorção, metabolização e distribuição dos nutrientes no intestino; e etc.

Em 1993, foi demonstrado pela primeira vez que a Vitamina C também pode ser um importante nutriente no que se diz respeito ao combate aos sintomas do HIV ou vírus em geral, impedindo ou reduzindo as chances do desenvolvimento de um tumor.

Isso quer dizer que seus pais, tios ou avós tinham razão: pegou um resfriado? Tome Vitamina C. Ela contribui para a melhora imunológica e interfere no desenvolvimento de agravos. Prático, não?

Como saber se tenho necessidade de Vitamina C?

A falta da Vitamina C nem sempre leva ao escorbuto, mas sempre demonstra sinais clássicos que precisam ser levados em consideração por serem muito semelhantes ao início de outras doenças. São eles:

• Anemia;
• Astenia (perda de força);
• Dificuldade de cicatrização de feridas (sinal facilmente confundido com início de Diabetes);
• Baixa resistência a infecções;
• Hemorragias ou equimoses (manchas);
• Gengivite hiperplásica (crescimento gengival descontrolado); e
• Hemorragias gengivais espontâneas;

Existe risco de uma superdosagem?

Diferente das demais vitaminas que podem causar quadros diferentes na presença de super dosagem ou mesmo de ausência, atualmente não existem estudos que comprovem que a Vitamina C seja capaz de fazer qualquer mal significativo.

Comumente, todo ser humano saudável suporta um limiar de até 1500mg de Vitamina C. Mas, calma, isso não quer dizer nada. Saiba que todo excesso é eliminado pelos rins sem causar qualquer prejuízo que te faça ter que se deslocar de casa para um hospital.

Efeitos colaterais

Podem ocorrer em quadros de hipervitaminose (superdosagem de vitaminas) e seus sintomas se resumem a:
• Diarreia;
• Náusea;
• Vômito;
• Aumento da absorção de ferro;
• E, em casos muito raros e graves, é possível acontecer um aumento significativo de volume de urina que pode levar a problemas no rim e na bexiga;

Com isso, é possível dizer que a vitamina c é uma aliada muito importante quando as doenças batem na nossa porta, mas, é preciso consumi-la moderadamente e seguindo as instruções médicas ou nutricionais de um profissional da área da saúde.

Contraindicações

São poucas as contraindicações em relação ao uso da substância. Mas pode-se dizer que um determinado grupo deve estar mais atento ao uso, buscando orientação médica antes da ingestão:
• Portadores de anemia falciforme.
• Tuberculosos.
• Aqueles que possuem a função renal reduzida.
• Quem tem histórico de cálculos renais.
• Portadores de talassemia.

Onde encontro Vitamina C?

Hoje a Vitamina C é vendida em várias lojas de suplementos, mas online você pode encontrar melhores marcas e qualidade no produto. Vamos deixar um produto aqui para vocês: Vitamina C com Bioflavonóides e Rosa Mosqueta Puritan’s Pride.

As principais fontes de Vitamina C são:alimentos-vitamina-c
• Camu-camu;
• Acerola;
• Caju;
• Goiaba;
• Manga;
• Mamão;
• Morango;
• Laranja;
• Limão;
• Tangerina;
• Folhas vegetais cruas;
• Tomates.

Se optar pela suplementação, é importante buscar um profissional da área que possa lhe orientar sobre a dosagem adequada aos seus objetivos.

Além disso, atentar para a procedência, condições de armazenamento e confiabilidade do fornecedor do suplemento é fundamental para garantir a qualidade do produto que se está adquirindo.

Faça uso hoje mesmo da Vitamina C e comece a conferir os benefícios!


  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *